PREFEITURA REALIZA OPERAÇÃO PARA RETIRADA DE BARONESAS DA PONTE MIGUEL CALMON

As chuvas que caem no sul da Bahia causaram transtornos em Itabuna nesta semana. Devido ao aumento do volume de água no Rio Cachoeira, houve acumulo das baronesas no segmento da ponte que dá acesso ao São Caetano, à ponte do Marabá. Untem (10), o Secretário de Administração Son Gomes, representando a prefeitura esteve presente na retirada das baronesas do rio.
Foram mobilizados servidores, máquinas, equipamentos pesados, caçambas, barcos, para a realização deste trabalho. Após cortadas as baronesas são levadas pelos barcos até as margens do rio para secarem diminuindo o peso e facilitando o transporte pelos caminhões. Com a ação o visual do Rio Cachoeira melhorou, e teve como objetivo a preservação do meio ambiente devido redução do volume das baronesas que seguem o rumo a Ilhéus. 

Uma equipe de 20 homens da Secretaria de Administração, com apoio de uma retroescavadeira hidráulica, supervisionada pelo secretário Son Gomes, foi mobilizada para uma operação na ponte Miguel Calmon, popularmente conhecida como Ponte do Marabá, na área central de Itabuna, para retirar centenas de toneladas de baronesas que ficaram represadas nas pilastras da ponte, comprometendo a sua estrutura e a segurança de transeuntes. O trabalho contou com o suporte da Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito (Sesttran), responsável por reordenar o trânsito e interdição do tráfego na ponte durante a operação.

O Secretário de Administração, Son Gomes, chamou a atenção para a importância deste trabalho preventivo, que não pode esperar, pois, “além de evitar a proliferação de mosquitos, esse acúmulo de baronesas ameaça a estrutura da ponte construída há mais de três décadas”.

Além de manter a equipe em alerta, caso haja necessidade de repetir o trabalho nas próximas horas, ele salienta que o prefeito Fernando Gomes determinou o início imediato do trabalho de limpeza logo que observou que em função das chuvas torrenciais que caíram na região. O Rio Cachoeira recebeu um grande volume de água e a correnteza facilitou a remoção das baronesas. (Catarina Naiara).

Nenhum comentário: