BANCO DO POVO REGISTRA AUMENTO NA PROCURA POR CRÉDITO DURANTE AS FESTAS POPULARES

Mesmo o país enfrentando uma crise que se arrasta há alguns anos, o trabalhador não desiste e continuar lutando para melhorar a renda ou mesmo ingressar numa nova área de trabalho. Com este pensamento, os empreendedores itabunenses continuam na busca por crédito para investir no próprio negócio, e o Banco do Povo tem sido um forte aliado não só dos itabunenses, mas também dos empreendedores das cidades circunvizinhas.

Desde que foi criada até hoje – há cerca de 15 anos -, já foram concedidos cerca de R$ 22 milhões em empréstimos para pequenos empreendedores, o que representa 13 mil contratos firmados. Os recursos utilizados são captados junto a Desenbahia (Agência de Fomento do Estado da Bahia). Os valores dos empréstimos, de acordo com Ilana Queiroz, diretora Executiva do Banco do Povo/Itabuna, dependem do perfil do cliente, o que pode variar entre R$ 200,00 e R$ 10.000. E informa que o período em que aumenta a procura por crédito é quando são realizadas festas populares na cidade.

“Temos uma carteira muito diversa dos nossos clientes, passando pelo vendedor ambulante que comercializa bebidas e lanches quando ocorrem as festas de rua, aos donos de mercearia, cabelereiros e sacoleiras (confecções, natura, entre outros)”. Durante o Carnaval Antecipado de Itabuna, por exemplo, Ilana informa que a procura por crédito superou o mesmo período do ano anterior. “Este ano, durante o carnaval antecipado de Itabuna, o volume de empréstimos dobrou ao compararmos com o ano de 2016, pois tivemos um aumento de 23%. Isso foi muito bom, porque este é um período em que naturalmente cai bastante a procura por crédito”, informa.


Na opinião de Ilana Queiroz, 2016 e 2017 tem sido anos difíceis para todos os trabalhadores, “mas mesmo assim os empreendedores têm buscado se reinventar, porque eles não podem parar de trabalhar”. Durante o Forró do Povo, que ocorreu durante as comemorações do São Pedro, também foi registrado um aumento de novos clientes: 9,1%.

Fortalecimento regional
Visando o fortalecimento de toda a região, o Banco do Povo também tem buscado atender outros municípios através de parcerias com as Prefeituras Municipais, entre elas, de Ibicaraí, Itajuípe, Coaraci e Buerarema. “É fato que nossa carteira de clientes se concentra em Itabuna (70,32%), mas também sabemos que a economia das cidades circunvizinhas gira em torno de Itabuna. Eles gastam aqui na cidade, então, logicamente, devemos fortalecer esses municípios”, explica a diretora do Povo do Povo.

Metas
A meta para este ano, de acordo com Ilana Queiroz, é de que sejam movimentados R$ 3 milhões em empréstimos, o que representa 1.300 contratos formalizados, superando R$ 2,8 milhões em empréstimos de 2016 (1.185 contratos firmados). Outro dado importante das operações do Banco do Povo é a taxa de inadimplência que gira em torno de 2%.

“Esse dado é muito positivo e é resultado do trabalho de acompanhamento que realizamos. Temos um agente de crédito que tem como função visitar todos os nossos clientes com o objetivo de conhecer a capacidade de pagamento”, explica. E informa que para ter acesso ao crédito basta apresentar RG, CPF e comprovante de residência, e escolher a modalidade de sua preferência. “Existe o Grupo Solidário em que formamos com três empreendedores e cada um se torna avalista do outro, e o outro é o Crédito Individual”, informa.A diretora Executiva finaliza ressaltando a importância do apoio da Prefeitura Municipal de Itabuna nas atividades da unidade. “A Prefeitura tem nos apoiado independente das gestões, e esta parceria é muito valiosa para nós. Nesta gestão, por exemplo, já estamos trabalhando para ampliar esta parceria”. 

Nenhum comentário: