VEREADORES JUSTIFICAM AUMENTO SALARIAL QUE GEROU REVOLTA NAS REDES SOCIAIS

É unânime a justificativa dos edis quando perguntados sobre a aprovação do projeto, segundo eles a Câmara passada não havia feito o último reajuste de salário, aprovado em 2012, e era necessária essa recomposição. Os vereadores dizem ter aval do Tribunal de Contas do Município (TCM).

Ainda durante os trabalhos, a notícia do aumento de 6,5% começou a circular nas redes sociais e grupos do WhatsApp, gerando burburinho entre os vereadores que não largavam seus Smartfones.

O barulho provocado nas redes agilizou o andamento dos trabalhos, já que na mesma tarde o projeto foi votado pela segunda vez, dando prosseguimento à sanção pelo executivo. Muitos itabunenses postaram seu posicionamento após noticias da aprovação.

Nenhum comentário: