DAVIDSON MAGALHÃES DENUNCIA ACM NETO POR ATRAPALHAR OBRAS DO METRÔ DE SALVADOR

O deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB) levou à Câmara dos Deputados a denúncia de que o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), está atrapalhando as obras do sistema metroviário da capital, que agora são de responsabilidade do Governo do Estado, depois que a Prefeitura admitiu não ter condições de continuar. Para Davidson, a postura do prefeito, que é motivada por disputa política, não leva em conta os prejuízos causados à população.

“Finalmente, o metrô de Salvador está sendo cada vez mais estendido, é mais uma obra de mobilidade urbana em Salvador, apesar da resistência do prefeito de Salvador, ACM Neto, que nos seus governos, nos governos passados, apoiados por ele e pelo PSDB, não colocou o metrô nos trilhos. Agora que o metrô está funcionando, o prefeito da cidade quer impedir que seja concluída essa obra monumental”, disse o parlamentar.

Na ocasião, Davidson aproveitou para elogiar o mandato do governador e ironizou a gestão do prefeito ACM Neto. “Rui Costa trabalha, outros tentam prejudicar a administração profícua do nosso governador”. Pela referência ao aliado, o deputado João Gualberto (PSDB-BA) resolveu defender o prefeito, mas também foi alvo de críticas de Davidson.

“Um deputado do PSDB da Bahia, João Gualberto, que estava ali, aliás, deve ter saído correndo para ir para o STF para cuidar do seu presidente corrupto [o senador afastado Aécio Neves]. Esse também quadrilheiro deveria estar preso hoje, porque foi identificado com mala de dinheiro. Então, quero dizer-lhe que ele deveria ter uma posição política correta, para não ficar defendendo a especulação imobiliária lá na região da Paralela”, disparou o comunista.

Segundo Davidson, a defesa que se faz é que o metrô seja construído sem dar “um tostão para a grilagem nas áreas públicas lá na região da Paralela”, o que também justificaria o incômodo do deputado João Gualberto, que é empresário no estado. “É por isso que ele vem com tanta virulência”, acrescentou. Davidson ainda pediu que Gualberto “seja mais sensato e tenha uma posição política coerente, o que Vossa Excelência não tem até hoje”.

Nenhum comentário: