VEREADOR SE SENTE BOICOTADO QUANDO VAI FALAR

O vereador Manoel Farias (Nel do Bar), está se sentindo ofendido por alguns colegas de legislação. Segundo o Vereador ele alega que sua fala está sendo cortada na hora que ele vai fazer seu pronunciamento. Nel disse que se sentiu descriminado pelo seu colega Enderson Guinho um mandato só, pelo fato do Vereador ter feito um comentário preconceituoso durante a sessão.

Nel disse que vai levar ao conhecimento do presidente da casa, e, se providências não forem tomadas ele vai levar a público que está sendo discriminado pelos colegas. Incidente este que foi provocado pelo Vereador de um mandato só Enderson Guinho, que acusou Nel do Bar de dizer que a vice-presidente de seu partido levou uma pessoa com problemas psicológicos para tumultuar a audiência publica com o pessoal da saúde. O vereador de um mandato só, não gostou e se referiu ao colega como uma pessoa que faltou com respeito com a vice-presidente de seu partido. Manoel Farias (Nel), que se achando ofendido pelo fato do vereador Enderson Guinho um mandato só, ter lhe corregido quando na verdade deveria conversar discretamente, disse que era só pedir as filmagens, e que o bostético Vereador feriu o regimento interno da casa.

Toda e qualquer acusação feita a uma pessoa que não goza de um bom desempenho intelectual é crime e cabe um processo, se alguém estiver mesmo boicotando o Vereador Manoel Farias (Nel do Bar), por não ter uma desenvoltura em sua fala nas sessões plenárias ele deve juntamente com sua Assessoria Jurídica abrir um processo contra os agressores metidos a intelectuais.

Nenhum comentário: