PREFEITO DEFENDE AGENDA POSITIVA PARA O DESENVOLVIMENTO DE ITABUNA

Visivelmente cansado depois de uma viagem de uma semana a Brusque e outras cinco cidades de Santa Catarina, onde manteve contatos com prefeitos, lideranças políticas e empresários, com o objetivo de atrair investimentos e projetos voltados para a geração de emprego e renda em Itabuna, uma das prioridades de governo, o prefeito Fernando Gomes fez uma avaliação positiva dos contatos realizados.

Ele também anunciou, na inauguração do Ambulatório Psicossocial, na rua Zildolina, no centro de Itabuna, que pretende negociar ainda este mês em Brasília uma série de projetos essenciais para Itabuna, o que inclui a despoluição do rio Cachoeira com investimentos em saneamento básico.

O prefeito destacou a importância da parceria entre o governo municipal, a Câmara de Vereadores e com a sociedade civil organizada no sentido de promover uma arrancada para a retomada do crescimento de Itabuna, o principal polo de comércio e serviços do Sul da Bahia.  Ele voltou a salientar que educação, saúde, infraestrutura, geração de emprego e renda e o combate à violência são prioridades de governo.

Governo
Para Fernando Gomes, a solução dos problemas de segurança para a Itabuna depende da articulação e execução de ações específicas, que foram discutidas recentemente num encontro com o governador Rui Costa, representantes do judiciário e autoridades de segurança, durante o lançamento regional do Pacto pela Vida.  

O prefeito destacou ainda o Projeto Cidade Limpa, que foi encaminhado ao legislativo e a proposta de transformação de Itabuna em uma cidade universitária, com a chegada de mais duas unidades de ensino superior, inclusive o curso de medicina das Faculdades Santo Agostinho.Citando como exemplos a limpeza das cidades do Sul do Brasil, que encontraram uma solução para a coleta de lixo e limpeza urbana, ele voltou a salientar a necessidade de ações concretas contra o mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. Anunciou que pretende encaminhar ao legislativo um projeto multando os proprietários de imóveis com focos do mosquito, uma luta que envolve o governo e precisa de uma participação da comunidade.

Lembrando ter encontrada no início do governo uma prefeitura sucateada, com dívidas e sérios problemas financeiros, o prefeito defendeu economia e rigor na utilização dos recursos escassos e pediu que os vereadores fossem fiscais da população e parceiros do governo denunciando problemas existentes nos bairros e irregularidades.

Nenhum comentário: