DIRETORES DA REDE MUNICIPAL DISCUTEM APLICAÇÃO DE RECURSOS DESTINADOS ÀS ESCOLAS

Com o intuito de alinhar os procedimentos relacionados à aplicação dos recursos direcionados à educação pública, a Secretaria da Educação (SEC) de Itabuna iniciou na segunda-feira (10) um treinamento com diretores de escolas da Rede Pública Municipal de Ensino. O encontro, que aconteceu no auditório da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), prosseguiu até às 17 horas desta terça-feira (11), com abordagens de temas relacionados ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Possuindo autonomia nas ações pedagógicas, administrativas e financeiras, os gestores escolares foram capacitados quanto às diretrizes que deverão seguir para melhor utilização possível dos recursos destinados às escolas. Segundo a professora Elioenai Ramos, do Setor Financeiro da Secretaria da Educação, salientou que por se tratar de um período onde se inicia uma nova gestão, com novos diretores em algumas escolas, é necessário a realizações de reuniões e treinamentos, principalmente com informações sobre o departamento financeiro das escolas.

“É imprescindível orientarmos os diretores sobre como gerir o patrimônio do Programa Dinheiro Direito na Escola (PDDE), bem como administrar com transparência e responsabilidade os recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Neste sentido, este encontro serve para nortear os diretores sobre as providências que devem ser tomadas neste inicio de gestão para que não tenham problemas futuros”, afirmou.


No primeiro dia do encontro foram abordadas temas como caixa escolar, atualização dos diretores quantos aos assuntos relacionados ao PDDE. A diretora da Escola Municipal Eribaldo Dantas (Sítio III da Fundação Marimbeta), Joane Francine Bomfim, comentou que esse alinhamento da questão financeira é uma execelente iniciativa para as escolas, principalmente neste momento de adaptação para alguns diretores. “Essas orientações para os professores quanto à execução financeira é muito importante para o desenvolvimento da escola”, conclui.  

Nenhum comentário: