O DESESPERO DAS EMISSORAS DE RÁDIOS

A determinação da direção da rádio Difusora é bater sem dó na administração Fernando Gomes. Com isso, Botti, Badaró & Cia., pretendem chamar a atenção de Fernando para a emissora, ignorada atualmente pelo município. O velho esquema de bater para usufruir, prejudica, e muito, os radialistas da emissora que são obrigados a atacar a gestão FG, hoje, mas amanhã, depois de um contrato de publicidade assinado, terão que falar bem. Para a direção da rádio, nada muda, já que eles não falam e, consequentemente, não aparecem. Mas para os profissionais da Difusora, a imagem fica bem arranhada a troco de nada, a não ser a condição de permanência na rádio. A exceção de Orlando Cardoso, é bom que se diga, os demais comunicadores estão seguindo à risca a determinação da casa. Na rádio Jornal, a situação é idêntica. Enquanto a prefeitura não fechar contrato de patrocínio, nenhuma nota positiva sobre o governo Fernando Gomes será permitida e o profissional que o fizer, será punido com suspensão e até afastamento dos microfones. Lá, também, a ordem é pau em Fernando. Hoje a Rádio Difusora disse que o Jardim Vitória estava as pilhas de lixo, como repórter, fui verificar e quando cheguei o bairro está mais limpo do que a casa de quem mandou falar essa mentira no ar.

Nenhum comentário: