NOTA DE PESAR

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, lamenta com pesar a morte do jornalista José Adervan de Oliveira, fundador do jornal Agora e decreta três dias de luto oficial em reconhecimento à contribuição do profissional para o desenvolvimento de Itabuna e à luta pela liberdade da informação, mantendo um diário de circulação regional por mais de 30 anos.

Além de sua atuação no jornalismo, ele também militou no PSDB, e foi candidato a prefeito de Itabuna. Na sua militância no jornalismo, ele teve destacada atuação em favor do esporte e da cultura, bem como em defesa da ética profissional e dos valores morais.

Ele era funcionário aposentado do Banco do Brasil e mantinha uma coluna diária no jornal que fundou com foco na política e economia. José Adervan de Oliveira deixa viúva, a professora Ivone, e três filhas, Roberta, Fernanda e Andréa, além de netos e uma legião de amigos e admiradores, a quem o prefeito expressa os sentimentos por uma perda irreparável.

Nenhum comentário: