PREFEITURA DE ITABUNA ESCLARECE SOBRE CONTRATO COM A BIOSANEAR

Diante das notícias infundados que circularam nos meios de comunicação afirmando que, na atual administração, a Prefeitura de Itabuna onerou os cofres públicos com a contratação emergencial da empresa Biosanear, elevando de R$ 875 mil (conforme o último pagamento efetuado em dezembro de 2016) para R$ 1,6 milhão o pagamento mensal que será feito à empresa em janeiro e fevereiro, o secretário de Administração, Dinailson Oliveira, tornou pública nesta sexta-feira (13), informações esclarecedoras que justificam os valores que são gastos atualmente com os serviços de coleta de lixo domiciliar, conservação e limpeza urbana no município.

Segundo o secretário, além do contrato exclusivo para a coleta de lixo domiciliar com Biosanear, na administração do prefeito Claudevane Leite, a Prefeitura de Itabuna gastava mais de R$ 1 milhão com a manutenção de outros 15 serviços ligados à limpeza urbana, com o de varrição da cidade, limpeza de bueiros, limpeza e desinfecção das feiras livres, conservação de áreas verdes e pintura de meios-fios. O valor também era gasto com a contratação temporária de 156 funcionários, além de locação de máquinas e caçambas para o lixão, locação de contêineres onde caminhões de lixo não tem acesso, bem como locação de caminhões e máquinas para retirada de entulhos em áreas da cidade.

“Quando o prefeito Fernando Gomes assumiu a prefeitura, no último dia 1º de janeiro, os contratos não existiam mais, já que todos foram encerrados em dezembro de 2016. Como havia dificuldades para mantermos os contratados que realizavam os outros serviços de limpeza, o governo optou por contratar emergencialmente e unicamente a Biosanear, que passou a realizar, além da coleta de lixo, todos os demais serviços referentes à conservação e limpeza urbana pelo valor de R$ 1,6 milhão”.

“Então, se somarmos os R$ 875 mil pagos a Biosanear em dezembro e o mais de R$ 1 milhão aos outros contratados, a Prefeitura de Itabuna gastava quase 1,9 milhão por mês com a limpeza urbana e coleta de lixo. Agora estamos gastando R$ 1,6 por mês. Portanto, um simples cálculo fica claro que, ao contrário do que diz a mídia, estamos economizando algo em torno de R$ 300 mil por mês. Ou seja, em dois meses o município terá economizado R$ 600 mil”, elucidou Dinalson Oliveira.

O secretário de Administração informou ainda que, nos próximos dias,k a Prefeitura de Itabuna irá abrir o processo licitatório, através de pregão eletrônico, para a contratação da nova empresa responsável pela limpeza pública. Ele ressalta que até o final do contrato emergencial todo o processo já estará concluído.

Nenhum comentário: