O PREFEITO FERNANDO GOMES RECEBE COMENDA NO CENTENÁRIO DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA

Uma série de homenagens como a entrega da comenda Monsenhor Moisés ao prefeito de Itabuna, Fernando Gomes; ao deputado federal Antônio Luiz Brito – líder da frente parlamentar em defesa das Santas Casas no Congresso Nacional – e da médica Mércia Margotto -, marcaram os festejos do Centenário da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, realizado na sede da AABB. A instituição também fez a entrega da Medalha Calixto Midlej a personalidades que se destacaram no apoio à SCMI e fez uma homenagem especial aos médicos Alberto Pelegrini, Edmon Lucas, José Abelardo Garcia de Menezes, Galvão Filho e ao provedor da Santa Casa, Eric Ettinger Júnior.

A entrega da comenda ao prefeito foi feita pelo ex-provedor Edimar Margotto, destacando ue a homenagem se justifica como reconhecimento pelo que Fernando Gomes – que exerce o quinto mandato - fez e está fazendo pela Santa Casa. Ele lembrou que como provedor o procurou como então prefeito de Itabuna para reivindicar o pagamento da conta de energia dos hospitais Calixto Midlej e Manoel Novaes, que estavam atrasadas há três anos, no que foi atendido.

Posteriormente, na gestão do provedor José Renan Moreira de Oliveira, ele lembra que mais uma vez o em tão prefeito Fernando Gomes isentou a Santa Casa do pagamento de água. Salientou que a instituição precisa ser conhecida, “para que possamos amá-la e defendê-la, pois 74% do atendimento é filantrópico e com serviços prestados através do SUS. De uma coisa tenho certeza, agora como prefeito – a escolha do seu nome para a comenda foi feita antes das eleições -, ele vai continuar ouvindo os pedidos e atendendo as reivindicações dos nossos provedores.”

Agradecimento
Emocionado, o prefeito Fernando Gomes agradeceu a homenagem da Santa Casa e destacou a sua alegria de participar dos festejos do centenário da instituição que se confunde com a própria história de Itabuna. Lembrando que participa há mais de 40 anos da vida da SCMI, ele destacou que a saúde, ao lado da educação e do trabalho com a geração de emprego e renda são prioridades de governo, embora num momento de crise tenha de fazer cortes em diversos setores para enxugar a máquina administrativa.

Ele disse ainda, que “não sei se mereço esta comenda, pois, quando construí o Hospital de Base os meus opositores espalharam rumores de que eu queria acabar com a Santa Casa, mas o objetivo era o de ajudar a esta instituição que tinha os seus serviços de atendimento sobrecarregados recebendo pacientes de Itabuna e da região. Sei que dentro do possível sempre procurei ajudar a Santa Casa.”

O prefeito lembrou ainda que em 1977 assumiu na sua gestão o compromisso de pagar a luz dos hospitais, depois, num outro mandato o governo municipal ajudou na reabertura do Pronto Socorro, que teve suas atividades paralisadas em função dos elevados gastos de custeio para pacientes de emergência. Também isentou o pagamento de água dos hospitais e “hoje a SCMI enfrenta dificuldades em função dos custos elevados dos serviços e do subfinanciamento pela tabela do SUS.”

Fernando Gomes anunciou que pretende procurar o Ministério da Saúde e o Governo do estado, bem como discutir com representantes de 168 municípios que encaminham pacientes para Itabuna visando a repactuação dos serviços. Para o prefeito o município recebe muito pouco pelos serviços que presta na área de média e alta complexidade, “hoje, os repasses mensais são de R$ 10 milhões, quando necessitaríamos mais de R$ 20 milhões em função da demanda crescente de serviços prestados por uma cidade que é referência para toda a região Sul e Extremo Sul na área da saúde”, finalizou.

Nenhum comentário: