CENTROS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE ITABUNA FUNCIONAM EM NOVOS ENDEREÇOS

A Secretaria de Assistência Social (SAS) da Prefeitura de Itabuna anunciou nesta quinta-feira (12) a mudança de endereços em algumas unidades ligadas aos departamentos de Atenção e de Proteção Básica, que funcionam no município. A medida, segundo a secretária titular da SAS, Sandra Neilma Costa, visa à contenção de gastos públicos com a manutenção de aluguéis e, consequentemente, à viabilidade financeira da Secretaria para investimentos em programas sociais.

Com a mudança de endereços implementada, o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS I) e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS PAEF – Programa de Atenção Especializada à Família e Indivíduos), passam a funcionar na Rua F, nº 12, no bairro Jardim Grapiúna, próximo ao Tiro de Guerra. Neste mesmo endereço, também, irá funcionar o Programa de Acolhimento às Gestantes de Itabuna – o Acolher. 

Já o CREAS Medidas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), voltado para aplicação de medidas socioeducativas, sediará seu atendimento na Rua Nações Unidas, nº 444, logo após a Catedral de São José, no centro de Itabuna. De acordo com a secretária, as mudanças também serviram para que a oferta de serviços seja feita de forma mais agrupada para atender melhor aos usuários. Ela cita o exemplo do espaço destinado ao CRAS I e CREAS Medidas, que passa a disponibilizar uma estrutura com auditório e área verde para um trabalho mais integrado com os núcleos de convivência, idosos, adolescentes e crianças. “A nossa preocupação é atender melhor a comunidade itabunense que precisam dos serviços de Proteção, Atenção Especial e Atenção Básica da Assistência Social”, justificou Sandra. 

A secretária da Assistência Social disse ainda que estão sendo implementadas também mudanças quanto a questão das novas tipificações dos serviços da Secretária de Assistência Social, priorizando as que são adotadas pelo Governo do Estado e o Ministério de Desenvolvimento Social  tipificação do governo do estado e a do MDS, seguindo as determinações legais. 

Segundo Moema que Itabuna tinha alguns programas que estavam funcionando de maneira irregular e atendendo as normatizações do MDS, a secretaria precisou fazer as ofertas de serviços mais agrupadas e atender melhor os usuários.

Nenhum comentário: