PREFEITO ELEITO E VICE SÃO PRESOS

O prefeito eleito de Presidente Bernardes, Luccas Inague Rodrigues (PP), 33, foi preso na manhã deste sábado (10) sob acusação de coagir testemunhas de um inquérito que investiga supostos crimes eleitorais. 

A prisão preventiva foi decretada pela Justiça Eleitoral a pedido da Polícia Civil e parecer favorável do Ministério Público estadual. Na ocasião, também foi preso o vice-prefeito eleito Reginaldo Luiz Ernesto Cardilo (PP), 49. 

A Polícia Civil de São Paulo investiga ambos por supostos crimes eleitorais cometidos durante a campanha que elegeu chapa de Rodrigues e Cardilo com 48% dos votos para a prefeitura. 

Em setembro, ambos foram denunciados por supostos crimes contra o sistema financeiro e de falsidade ideológica.

O prefeito e o vice-prefeito foram encaminhados para a Cadeia Pública de Presidente Venceslau. A reportagem não conseguiu contato com as defesas de ambos neste domingo (11). 

OUTROS PREFEITOS 
Este é o terceiro prefeito eleito em cidades do interior de São Paulo com mandado de prisão expedido após as eleições deste ano. 

Na terça-feira (6), o prefeito eleito de Osasco Rogério Lins (PTN) foi alvo de um mandado de prisão no âmbito da Operação Caça Fantasmas, que investiga o desvio de recursos públicos na Câmara Municipal. 

Três dias depois, o prefeito eleito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) também teve a prisão pedida na Operação Xibalba, que investiga o uso de dinheiro proveniente do tráfico de drogas na campanha eleitoral.

Nenhum comentário: