DAVIDSON MAGALHÃES DIZ QUE DISPUTA NA AL-BA NÃO PODE COLOCAR 2018 EM RISCO

A direção do PC do B na Bahia ainda estuda o cenário político da disputa pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) e seus desdobramentos na composição da base do governador Rui Costa (PT) para o pleito de 2018.

“Não é uma eleição apenas dentro da Assembleia, ela tem a ver com o projeto político da Bahia. Esse projeto não pode ser colocado em risco”, afirmou Davidson Magalhães, 
Presidente do diretório estadual. 

Segundo o chefe comunista, se as tratativas não forem bem sucedidas podem “implicar em abertura de espaço para a oposição ou na desestabilização da situação confortável que o governo Rui tem na Assembleia Legislativa”.

Ele ponderou que, embora os deputados comunistas tenha certa predileção pela candidatura de reeleição do deputado Marcelo Nilo (PSL), o apoio ainda não foi sacramentado. 

“Vamos insistir e reforçar junto com o governador, inclusive, e marchar juntos. Vamos lutar pela unidade da bancada, pela definição de uma candidatura única da base [...] não estou com isso dizendo que não pode ser Marcelo Nilo”, considerou. “Não está colado nem descolado [de Nilo]. O PC do B ainda não formalizou sua posição”, arrematou.

Nenhum comentário: