CORONELISMO: ELE AINDA EXISTE?

Eles ainda existem na maioria das cidades do interior. Mantém suas influências com os veículos de comunicação que lhe pertencem e impõem aos seus subordinados um “cabresto” que não se dissipa. Os coronéis querem poder, poder e mais poder. E são flexíveis aos tempos: agora existe até o coronelismo eletrônico. Em Itabuna um coronel já deu seu recado: quem “manda sou eu, quem determina as ordens sou eu, quem faz sou eu, tudo meu”. Eu acho que o coronel não precisa ter uma equipe de trabalho já que ele sabe tudo e tem o chicote na mão. No dia 02/01 o Coronel disse que vai agir rápido, ele irar abrir a rotatória ali no Banco Raso, e o acesso à Rua Floresta no São Caetano. Mas e o dinheiro público que foi gasto ali, não tem valor? Por outro lado, a sociedade fica sem entender porque tantas inversões de valores na confecção de um quadro administrativo novo. Nomes desconhecidos após a eleição com sobeja razões, nunca deliberaram a participar dos problemas sociais da nossa cidade. Agora me aparece o nome de um suposto Secretário de Saúde envolvido em um escândalo na cidade de São Sebastião do Passé, onde mantinha encontros amorosos com funcionárias dentro de seu gabinete. Será que em nossa cidade não temos médicos capacitados para assumir a pasta da saúde? Claro que sim!

Um comentário:

Anônimo disse...

Oxe deixa o cara ser comedor !!! Ele tem que ser bom administrador é isso que interessa a cidade !!!!!