ÁGUA DE ITABUNA É LIBERADA PARA CONSUMO HUMANO

O Laboratório Central, em Salvador, acaba de divulgar um laudo em que atesta que a água de Itabuna foi liberada para consumo humano.  As amostras foram coletadas na estação de tratamento da Emasa e em outros 15 pontos da cidade.

Desde fevereiro que a água fornecida pela Emasa havia sido “condenada” pelo Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por apresentar níveis altos de cloretos, comprovados, inclusive, em amostras encaminhadas para o Centro de Investigação, Diagnóstico e Controle de Qualidade (Ceniq).

Na época, a água da Emasa apresentou 32 vezes mais sal que o permitido pela legislação. Em uma amostra de um litro, por exemplo, o laboratório encontrou oito gramas de cloreto de sódio. No entanto, o máximo aceito pela Anvisa para classificar a água como potável é de 250 miligramas, ou seja, 1/4 de grama por litro.

Meses atrás, por causa da longa estiagem, a Emasa passou a captar água na região de Castelo Novo, onde o Rio Almada sofre influência das marés, o que justificou a elevação da quantidade de sal encontrada.(Diário Bahia)

3 comentários:

Anônimo disse...

QUE BEBAM ELES NAO BEBAM NAO ESTA UMA MERDA FEDOR DE PEIXE PODRE BEBA VANE E CORJAS

rebelde para sempre disse...

Fizerao analise com água mineral dizendo que e agua da emasa

Anônimo disse...

é melhor mandar lavar seu tanque, amigo, talvez assim o mal cheiro de peixe acabe...