9x7: VEREADORES REJEITAM PROPOSTA DE ENTREGA DA EMASA PARA O ESTADO

Por nove votos contra e sete a favor, a primeira votaçao garante permanência da Emasa municipal. A votação aconteceu durante sessão tumultuada. A vereadora Valéria Morais (SDD) foi agredida verbalmente por um servidor da Emasa identificado como Paulo, com palavras de baixo calão.

Segundo informações, revoltado com o resultado final, Paulo partiu pra cima da vereadora a chamando de vários nomes tendo que ser contido por guardas municipais. O presidente da Câmara, Aldenes Meira (PCdoB) deu voz de prisão ao servidor por ter agredido a vereadora no plenário. Amanhã acontecerá a segunda votação e servidores prometem lotar o plenário.

Se o resultado for mantido na sessão de amanhã, a emasa estará disponível para o prefeito eleito Fernando Gomes (DEM) propor uma PPP. O projeto de autoria do executivo prevê um acordo de cooperação técnica onde o controle da Emasa passaria para a Embasa. Se aprovado, pelo menos 180 funcionários poderiam ser desligados da empresa.
Veja como foi a votação:

NÃO: Ronaldão, Carlos Coelho, Pastor Francisco, Valéria Moraes, Glebão, Joilson Rosa, Carmen, Antônio Cavalcanti, Ruy Machado

SIM: Ailson, Zé Silva, Júnior Brandão, Carlito do Sarinha, Nadson Monteiro, César Brandão e Jairo. Araújo.

Nenhum comentário: