CLIMÃO

Caso até o dia 19 de dezembro Fernando não consiga reverter a situação, em janeiro o presidente da Câmara de Vereadores deverá ser empossado como Prefeito interino, até a solução do problema ou a realização de uma eleição suplementar. O desembargador Paulo Roberto Lyrio Pimenta, que é juiz federal, abriu a divergência do voto do relator, e votou pelo o indeferimento do registro da candidatura de Fernando Gomes. Ainda não há uma data prevista para o novo julgamento.

5 comentários:

Anônimo disse...

Creio eu que o juiz federal tenha mais isenção no julgamento, olha as provas sem o ônus da terrinha.

Anônimo disse...

Um absurdo o povo de Itabuna votar em um homem tão ficha suja.. se não tivesse tão enrolado ja teria sido absorvido.. Povo besta caíram no conto da marreta.. Itabuna segue no atraso e a culpa é do povo.

Anônimo disse...

isso só pode ser manobra...

Anônimo disse...

Beto parabéns vc traz sempre a informação correta

Anônimo disse...

Entre os candidatos à prefeitura de Itabuna ,o que mais merecia respeito pela gestão dos que ja foram prefeito é Fernando Gomes de Oliveira e dos que não foram prefeito também.