AO APAGAR DAS LUZES, JAQUELINE MOTA QUER GASTAR R$ 200 MIL COM MATERIAIS DE LIMPEZA

Atolada em dívidas, com constantes atrasos na folha de pagamento chegando ao limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, fornecedores com recebimentos em atraso, sem falar do completo estado de abandonos nas áreas de educação, saúde e infraestrutura, a prefeita de Barro Preto, Jaqueline Motta (PT), resolveu fazer “arte” em meio à crise financeira igualmente enfrentada por diversas cidades brasileiras. 
No último dia 28 de outubro, houve a divulgação no Diário Oficial do Município o resultado de um pregão eletrônico com o suposto objetivo de aquisição de material de consumo como de limpeza, higiene pessoal, descartáveis e utensílios de uso doméstico, a serem utilizados para suprir as necessidades e demandas das Secretarias Municipais. A licitação cabeluda na reta final do governo [desastroso] paira incertezas e possíveis vantagens de amigos/aliados.  

O valor estimado da “brincadeira” com o dinheiro público contribuinte chega a mais de R$ 200 mil reais. Todo esse montante saíra dos cofres da combalida prefeitura de Barro Preto. Com tanta sujeira acumulada e escondida debaixo dos tapetes do centro administrativo, a prefeita tem a oportunidade de limpar as artimanha$$ com muito cloro e bastante creolina. 

Nenhum comentário: