GERALDO SIMÕES

GERALDO SIMÕES
DEPUTADO FEDERAL

12 de fevereiro de 2013

DANIELA TERIA CASO COM JORNALISTA; MAIS ADVOGADA NEGA

daniela malu

Nesta terça-feira (12), a coluna Chame Gente  do Jornal A Tarde divulgou uma nota que a editora da Rede Bahia, Malu Verçosa, teria trocado sua namorada a assessora (Fabiana) pela assessorada (Daniela) e teria provocado um desconforto que caiu na imprensa de todo o país. O caso veio à tona justamente nos festejos de carnaval, quando os olhos de toda a mídia estão voltados para a folia momesca na Bahia, onde Daniela é uma das estrelas principais.
Ainda segundo a publicação, pessoas próximas ao trio confirmam que, há alguns meses, Daniela iniciou um relacionamento com Malu o que teria ocasionado o fim do seu relacionamento com Fabiana. Além disso, a jornalista deixou o staff da cantora.
Porém a história foi desmentida pela advogada da cantoraque informou que “ não passa de uma notícia caluniosa e não condiz com a verdade”, já a assessoria de Daniela informou que não comenta sobre a vida pessoal da artista.

COLUNA DE TIA NEN



TEXTO: A HISTÓRIA DO SURGIMENTO DO CARNAVAL. (2º Parte)
O CARNAVAL DA BAHIA.

O carnaval da Bahia, principalmente o da sua capital, Salvador é considerado uma das maiores manifestações populares do mundo. Existe uma estimativa de que Salvador é visitada por mais de dois milhões de pessoas em cada carnaval. São seis dias de festa onde as pessoas saem às ruas, e o carnal, o físico e o lúdico se misturam. Como estamos falando em surgimento do carnaval, é importante lembrar, porém que, pela parte maior da sua história, o desfile oficial do carnaval baiano era um acontecimento muito diferente da festa atual, principalmente no que diz respeito a 'participação popular'. Até o final dos anos 40, os desfiles, estavam restritos as áreas que incluía Campo Grande, Avenida Sete e a Praça Municipal (hoje Praça Thomé de Souza), e era uma festa exclusivamente das classes altas, com os clubes carnavalescos como Fantoches da Euterpe, Cruz Vermelha e Inocentes em Progresso, descendo pela avenida, entre bandas de sopro, carros alegóricos e um corso de automóveis importados, representando assim uma vitrine para a riqueza e o poder das elites locais. 

As populações de baixa renda, os pobres, ficavam confinados em áreas periféricas e realizavam seu próprio desfile (Terreiro de Jesus, Baixa dos Sapateiros & Largo de São Miguel, Barroquinha, Saúde, Tororó, Garcia, etc.) e bairros mais remotos (Liberdade, Cosme de Farias, Engenho Velho de Brotas, Ribeira, Itapajipe), e participavam do evento oficial assistindo e aplaudindo. Esta divisão rígida começou a desabar no início da década de 1950, quando o engenheiro mecânico Osmar Macêdo e o radio técnico Dodô Nascimento decidiram desafiar o desfile oficial, tocando os seus instrumentos eletrificados caseiros acima de um velho Ford 1929. Nos anos 70, a Praça Castro Alves era o lugar do encontro no Carnaval. Em 1988, o Olodum desfilou pela primeira vez na Barra, deslocando o eixo da folia para a região, hoje a mais valorizada, transformada no circuito Dodô, em contraposição ao tradicional circuito do Campo Grande, também chamado de circuito Osmar. Paralelamente ao movimento dos trios, aconteceu o da proliferação dos blocos-afro: Ilê Aiyê, Filhos de Gandhi, Muzenza, Araketu e Olodum. 

Que chegaram tocando ritmos africanos como o ijexá, brasileiros como o maracatu o samba e caribenhos como o merengue. Com a cadência e as letras das canções de Bob Marley misturadas à música Latina e o traço de afirmação da negritude surgiu um novo ritmo em Salvador e fez sucesso com artistas como Tonho Matéria, Gerônimo, Chiclete com Banana e outros. O Carnaval da Bahia modificou-se é uma festa que integra as variadas manifestações populares, onde a mistura das classes sociais dá uma nova conotação ao ambiente carnavalesco. Nos blocos dos trios, podemos encontrar pessoas de várias camadas sociais; o mesmo acontece quando observamos a população que brincam atrás do trio, os comumente chamados de “pipoca”. Tem ainda uma nova opção que são os recém-criados e superluxuosos camarotes, onde podem ser encontrado um povo alegre e sonhador, um povo que na sua alegria consegue movimentar a engrenagem desta grande fabrica de sonhos, chamada Carnaval.

Texto de Maria José Gonçalves (Tia Nen)
Psicóloga formada pela Universidade Salesiana de Vitória do Espirito Santo.
tianenreis@hotmail.com

SOLDADO VALÉRIA MORAIS FALA DE SUA VISITA A SALVADOR


Estive no carnaval de Salvador no Observatório da Cidadania juntamente com Capitão Tadeu Fernandes, vereador Soldado Escuta (Ilhéus) e Soldado Gilvan (Jéquie), para zelar pelos direitos dos policiais e bombeiros nas diversas operações. Melhoramento dos alojamentos, alimentação; transportes, lazer, bem como valorização das diárias e tickt. Observamos algumas dificuldades como:Atraso no transportes para buscar o efetivo após serviço;Dificuldade na descida/subida dos elevados (Constatado acidente em Salvador com o companheiro Sd Jaílson) Base sem recolhimento do lixo 2 dias (logo após contato tal serviço foi efetuado).

O alojamento feminino do bombeiro com alguns problemas hidraulico (logo após contato foi solucionado):
Os alojamentos super lotados sem refrigeração;O banheiro do PSC 3.10 , apenas 1 feminino e outro masculino sem higienização (após contato problema solucionado).Próximo acompanhamento com o Observatório da cidadania será na cidade de Porto Seguro.

MULHERADA COMEMORA SAÍDA DO PAPA


Oito feministas com os seios à mostra participaram em uma manifestação nesta terça-feira na catedral de Notre Dame de Paris para festejar a saída do Papa Bento XVI. As mulheres, que entraram em meio a dezenas de turistas, vestiam longos abrigos, que tiraram perto de três dos novos sinos colocados de maneira provisória na grande nave da catedral. 

As feministas tocaram os sinos com pedaços de madeira, ao mesmo tempo que gritavam em inglês "Pope no more" ("Papa nunca mais "). Nos seios e nas costas elas escreveram frases como "Não homofobia", "Crise da fé" e "Bye bye Bento!". Visitantes da catedral expressaram consternação. "A catedral é sagrada, vocês não devem tirar as roupas aqui", disse uma turista francesa. As mulheres foram retiradas da catedral pelo serviço de segurança de Notre Dame e permaneceram vários minutos diante do templo gritando frases. (AE)

fonte: rbn

TÁ MUITO FORTE ESSE CORDÃO;FORMIGA E PUXA SACO TEM EM TODO LUGAR


Puxa-saco é o bajulador, adulador, indivíduo de mau caráter que enaltece gregos e troianos, homens de pouca, média ou grande projeção que aceitam esse tipo de admiração sabidamente interesseiro.O puxa-saco parece um cão sem dono. Corre atrás de qualquer um que lhe dê a mínima atenção a troco de uns R$R$ ou simplesmente para tê-lo por perto para fazer número.Coisa raríssima é um puxa-saco inteligente e capaz.Normalmente esse tipo de pessoa se sujeita a essa condição subserviente, porque lhe falta amor próprio, dignidade e capacidade para estar em qualquer posição pelos próprios méritos.

Estou escrevendo e vendo perfilar a cara de bobo e de boba, de cada um dessas pessoas que nunca foram nada em lugar nenhum e agora porque tiram foto com alguma autoridade ou tem um emprego na prefeitura, TV, e Jornal  acham que são o máximo. Convido você, amigo ou amiga leitora a lembrar ou melhor, não esquecer dessas caras... Não deixe de fazer um ou uma puxa-saco saber da própria condição de insignificante chamando-o de puxa-saco. Se não dá para exterminá-las, como se faz com as formigas daninhas, não as perca de vista enquanto elas sobem. Breve você e eu as veremos caindo.

SALA DE IMPRENSA DA PREFEITURA É UMA DESGRAÇA



Tem jornalzinho de quinta categoria que está recebendo  4.500 Reais mensal das tetas da prefeitura, só para publicar a mentira e difamar as pessoas que eram ligadas ao ex-prefeito até contra cheques falsos, essa pessoa forjou para denegrir a imagem de uma funcionária do primeiro escalão do ex-prefeito. O dono desse jornal tem vários cheques sem fundos na praça, e não tem moral de falar de qualquer pessoa seja ela quem for. Vejam bem, o cara que não tem créditos em bancos, não tem um cartão de créditos, não tem um talão de cheques, não anda na av: Cinquentenário de cabeça erguida com medo de ser cobrado pode falar de alguém ou de alguma conduta seja ela qual for. Tem um cara dono de um determinado blog que enche linguiça na sala de imprensa da prefeitura, não publica outra coisa a não ser falar mal de Azevedo puxar o saco de Vane com bolas e tudo. O cara é tão lacaio que se acha o dono da verdade e da sabedoria. Esse povo não está ajudando Vane eles estão atrapalhando feitos vodus o mesmo decolar. É por isso viu Vane que o povo comenta na cidade que você não tem grupo e esses puxa sacos que você pensa que é governo na hora certa vão tudo marchar com Wenceslau, é você esperar para ver e acreditar. Só para ter uma ideia as obras que Vane diz estar a caminho elas da sala de imprensa só mandam para um blog ARDIDO, para Robério Menezes, e para esse cara que enche linguiça na sala de imprensa dono de um bloguinho, e depois ele enche o face book com as matérias que só ele tem acesso. Então fica difícil os outros blogs publicar qualquer ação da prefeitura que não seja só descer a madeira. ACORDA VANE E FIQUE ATENTO PRA ESSA IMPRENSA FRACA QUE NÃO ESTÁ TE AJUDANDO EM NADA. Robério,deve está recebendo uma Jabá para fazer a divulgação,quando Vane deixar de pagar ai ele passa a depredar o governo de Vane,essa prática já é corriqueira dele, o ex prefeito Mino de Itajuípe que o Diga!!!

PRESO QUE DEIXOU BILHETE IRÔNICO É RECAPITURADO

Presos fugiram e deixaram bilhete para a polícia da BA (Foto: Lay Amorim/Brumado Notícias)
Um fugitivo que deixou um bilhete ironizando o isolamento dos presos da delegacia de Brumado, na região sudoeste da Bahia, foi reconhecido e preso pela polícia em pleno carnaval de Salvador. A prisão foi deflagrada no circuito Dodô, entre a Barra e a Ondina, na festa do domingo. Segundo as informações da polícia, o rapaz curtia o carnaval quando foi reconhecido por policiais que faziam a segurança da folia. Ele foi encaminhado à Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes,  onde ficará à disposição da Justiça. Segundo as informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), entre quinta-feira e 7h de segunda-feira, foram presas em flagrante 97 pessoas durante o carnaval. Segundo a SSP-BA, os flagrantes aumentaram 136% em relação ao ano passado, quando foram realizadas 41. Além disso, a polícia apreendeu 18 armas brancas. No total, 576 pessoas foram conduzidas à delegacia até segunda-feira, contra 233 em 2012, representando aumento de 158%, de acordo com dados da SSP.
fonte:g1

DISPUTA ACIRRADA QUEM VAI SER O REPRESENTANTE DO PCdoB?

430931_538796259473617_1316435727_n

A disputa está grande dentro do PC do B para a vaga de candidato a deputado estadual em 2014. a cúpula do partido local tem trabalhado para o candidato ser Major Serpa, já o presidente da câmara, Aldenes Meira (PC do B), está articulando para ser o escolhido.

O homem forte do PCdoB de Itabuna, Davidson Magalhães, já escalou o seu escudeiro Wenceslau (PCdoB), para segurar a vaga para Serpa. Mas independentemente da disputa, o clima é de civilidade entre os dois postulantes.

fonte:psb

A PAZ NUNCA CHEGA


Mais duas pessoas foram vítimas de tentativa de assassinato nas últimas horas em Itabuna. A primeira ocorrência foi registrada às 4 horas da madrugada desta terça-feira (12). Alessandro de Jesus Santos (Dadinho), 24 anos, estava em sua casa na rua B, bairro Nova Califórnia, quando três homens bateram à sua porta. Ao atender, Dadinho foi alvejado com dois tiros -no braço e nas nádegas. "Deixa eu dar o meu (tiro) também", disse o terceiro homem, mas a arma pisou. Os atiradores fugiram em seguida e uma unidade do Samu atendeu a vítima, levando-a para o setor de emergência do Hospital de Base. A segunda tentativa de homicídio aconteceu por volta das 6 horas da manhã. Nádson Pereira Nogueira, 21 anos, residente na avenida Félix Mendonça, no bairro Conceição, foi golpeado a faca quando se encontrava próximo a entrada do Serrado. Os golpes no abdômen foram tão violentos que as vísceras ficaram à mostra. Nádson foi levado com urgência para Centro Cirúrgico do HBLEM. 

Fonte: rbn

ÍNDICE